Apostando na decência do nosso ser

 


Somos almas, somos corpos, somos individualidades efêmeras na terra a entrar em contato com os universos internos para rebuscar a sabedoria infinita que guardamos no nosso ser.

Somos força, somos luz e potencia de amor, pois dentro de nós um ser vivo pulsa organizando algo muito caro que trazemos: a nossa mente que através do cérebro processa os nossos pensamentos, forças sutis capazes de transformar qualquer situação aflitiva em positiva. Por fios infinitamente delicados, às nossas emoções se acumulam por todo nosso corpo físico, emocional e espiritual. Sentimentos que são condensados por nossa mente pelas vias do coração que deixam nossa sensibilidade ativada.

Os pensamentos interagem com a nossa alma produzindo sensações das mais variadas categorias. Anula-se ou não, dependendo do nível que os cativamos ou cultuamos. O pensamento voltado ao bem maior recebe impulsos da alma que se evoluída for passa a comandar os seus atributos.

A alma viva pensa, mas o cérebro em conexão realiza juntamente com a mente trazendo à tona a verticalidade do que se deseja. O homem é excêntrico por natureza. Pensa, age e concretiza.

Se somos alguém que tivemos uma educação direcionada e calcada nos princípios de uma família feliz, poderemos nos manter em uma postura disciplinada e termos decência dentro do nosso ser.

A vida familiar é um grande processo, mesmo com as orientações que recebemos amorosamente na infância ainda permanecemos em estágio bastante aquém do desejado. Fechamo-nos ao aprendizado divino não querendo seguir as regras e nem os limites, então vamos curtir sem dúvidas através das leis divinas uma via de restituições difíceis em virtude das nossas inconseqüências.

Mas a alma pode ser limpa, vistosa, polida, tranqüila, calma e sensata. Se não tem nenhuma referência que possa identificar o seu potencial de equilíbrio ou espiritualidade, realmente precisa começar a despertar para o exercício da iniciação ao seu desenvolvimento.

Há pessoas que ainda questionam muito as religiões que naturalmente podem fazê-las melhores. Enquanto isso, não dar o seu testemunho de fé, aprende muito através da literatura construtiva, mas as ações enobrecedoras ainda não fazem parte do cotidiano dessas mesmas criaturas que se envaidecem com a sua postura religiosa.

Acreditam nas bênçãos divinas, mas nada fazem para se entregar ao ato de se doar por amor.

Falo da espontaneidade de coração, algo muito especial que faz parte do intimo da alma nobre.

Ser verdadeiramente consciente para entrar no novo parâmetro sagrado e abandonar para sempre o homem envelhecido que vive dentro de si, é de poucos. Mas a realidade desse milênio acoplado a sua nova energia não comporta mais as teorias que estão espalhadas por todo mundo. No presente momento é a prática e o exercício do agir e do fazer.

Se as teorias por si desenvolvessem o lado angelical das nossas almas, a terra estaria em excelentes condições e todos praticamente estariam em circunstancias literalmente positivas. Não é exatamente assim que amadurecemos enquanto na carne. É todo um cuidado, um zelo para que nos libertemos das antigas mazelas para enfim entrarmos em um novo processo de brandura, de meiguice e de compreensão.

A postura da criatura frente às dificuldades revela quem de fato ela é. Acontece que não é bem assim que observamos o que se passa na terra. Por pouco os homens se desarvoram e perdem a sua decência, o respeito e imediatamente desce as profundezas da ignorância. Então não basta estudar todas as belas doutrinas que existem.

Não basta dizer que é conhecedor das leis divinas. E não basta também se dizer religioso. Mas o quê exatamente nossa alma está conquistando com todos esses predicados qualificados por nós como essenciais?

Ações direcionadas ao bem, é o que necessitamos para avaliar as nossas teorias e os nossos conceitos cristicos.

É sabido que pela terra passaram muitos seres abnegados ao amor. Um deles marcou a sua presença em todos os tempos. Ele é o maior exemplo que a terra teve. É ele o mestre Nazareno a quem com muito amor o chamamos de Jesus, o Cristo de Deus. Esse caríssimos, ensinava verbalmente e praticava o amor com intensidade ao mesmo tempo. Nada escreveu, mas sua figura é inconfundível nas plagas dos céus.

O mestre é como um sol iluminando e regendo as nossas vidas através do seu amor cristico. Se já aprendemos muito sobre Ele e não praticamos, estamos nos comprometendo para as fases vindouras de nossas vidas.

Falar somente sobre os seus exemplos, prioritariamente não resolve. O que ameniza as dores físicas e morais de muitos é o aconchego dentro das ações que podem salvar criaturas envolvidas em diversas situações de risco como: algemadas aos vícios, a pobreza, as lágrimas, etc.

Se já compreendemos as máximas de Jesus, o Cristo de Deus, nada mais coerente que iniciemos o nosso mandato de luz. No entanto é bom lembrarmos de que quanto maior for o conhecimento, maiores serão as responsabilidades. A vida na terra muda de um instante a outro.

Se cumprirmos com o nosso dever de servidores do Mestre da Luz independente de sermos conhecedores de sua mensagem de amor, é conosco que ele passará a contar. Este é o século das ações benevolentes. Não há mais tanto tempo para estacionarmos em teorias maravilhosas sem os efeitos do amor ao próximo, comecemos por cuidar de nós mesmos. Uma vez preparados vamos à luta em busca daqueles que sofrem e que podem contar com o que escolhemos para dar-lhes o nosso amor a curto prazo sem exigências.

Jesus mais próximo da terra aguarda o seu sim. Um sim que ajudará a fazer suas almas mais suaves, mais decentes, mais felizes e envolvidas com sua senha de luz: O amor incondicional.

Enquanto não acendermos essa chama dentro de nós, a vida poderá nos trazer surpresas com as quais jamais imaginaríamos contar. Amemos a nós mesmos e ao nosso próximo de qualquer parte do mundo com amor inconfundível e reticente!

Fénelon

Canal: Francyska Almeida-Fort/Ce.

 

CRIANÇAS SEM LAR

 

Crianças de condição normal, sem apoio doméstico, são quase sempre fronteiriças da delinquência infantil, e auxiliá-la a tempo é frustrar a perturbação e anular o crime do nascedouro.  

Batuira/ Chico XavierLivro: Mais luz  

QUERO SER UM TELEVISOR

 A professora Ana Maria pediu aos alunos que

fizessem uma redação e nessa redação o que eles gostariam que Deus fizesse por eles.

À noite, corrigindo as redações, ela se depara com uma que a deixa muito emocionada.

O marido, nesse momento, acaba de entrar, a vê chorando

e diz: "O que aconteceu?

" Ela respondeu: "Leia". Era a redação de um menino.

"Senhor, esta noite te peço algo especial: me transforme

em um televisor.

Quero ocupar o seu lugar. Viver como vive a TV de minha casa.

Ter um lugar especial para mim, e reunir minha família ao redor...

Ser levado a sério quando falo...

Quero ser o centro das atenções e ser escutado sem interrupções

nem questionamentos. Quero receber o mesmo cuidado especial que a TV recebe quando

não funciona. E ter a companhia do meu pai quando ele

chega em casa, mesmo

que esteja cansado. E que minha mãe me procure quando estiver sozinha e aborrecida,

em vez de ignorar-me. E ainda que meus irmãos "briguem"

para estar comigo.

Quero sentir que a minha família deixa tudo de lado, de vez em

quando, para passar alguns momentos comigo.

E, por fim, que eu possa divertir a todos. Senhor,

não te peço muito...

Só quero viver o que vive qualquer televisor!"

Naquele momento, o marido de Ana Maria disse:

"Meu Deus, coitado desse menino. Nossa, que coisa esses pais".

E ela olha: "Essa redação é do nosso filho".

 

Pense em quem é o maior alvo de sua atenção

dentro do seu lar....Quem sabe não existe alguém na sua casa

querendo ser como a TV?

Desconheço o autor

Francyska Almeida

Mensagens sobre a familia

Juro que eu não queria...

  Juro que eu não queria...
  Foi difícil conceber que eu fora levado para bem distante dos meus. Tentei convencer São Pedro para me levar de volta à terra. São Pedro? Não, nunca vi esse tão falado santo que...

O equilíbrio de uma família - Ayrton Senna

O equilíbrio de uma família - Ayrton Senna
  Todo individuo  equilibrado teve  ou tem  uma família equivalente. A família pesa na vida de qualquer ser humano. A base da formação das crianças que chegam aos nossos lares é...

As crianças cristalinas - Werneck

As crianças cristalinas - Werneck
 São inúmeras as crianças cristalinas que já se encontram na terra. São muitos os pais que ainda não tem o conhecimento da tarefa que os seus amados filhos vieram realizar na terra. Não tem...

Um filho - Fagundes Varela

Um filho  - Fagundes Varela
Acalentando seu filho a mãe se desdobra Em desvelo, em doação, em carinho Um filho é uma semente ardorosa Que chega muitas vezes sem avisar Para lenir as dores de uma mãe Ou...

O terço em família

   O terço em família
    Quando eu era pequena, mamãe não ficava um só dia que não reunisse a família para rezar. Achava ótimo rezar a Ave Maria e o Pai Nosso. Eu compreendia muito bem porque mamãe não...

Os conflitos de uma família

 Os conflitos de uma família
  Família é quase sempre motivo de união, mas na terra nem sempre há um entrelaçamento de sentimentos que se agregam para somar o mais belo de todos ao que chamamos de amor. Se todas...

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!