UM MALUCO BELEZA COM A VISÃO ABERTA DO CÉU


 

Seguir a caminhada no mundo que é somente nosso é o destino de todos. É lá a nossa verdadeira morada. Se assim considerarmos, começaremos a medir sem precedentes o valor abrangente da vida.

Nenhuma paranóia, nenhuma dúvida, é o céu aberto com imensas moradas a nos acolher em um lugar para darmos sequência a caminhada feita de experiências múltiplas.

Falar da dimensão que moro é um pouco difícil, porque no mundo céu além das estrelas, nos desdobramos para alcançar os objetivos do nosso coração. Essa morada não está tão circunscrita como percebemos nas distâncias da terra, porque somos chamados a servir em vários locais para atender a quem necessita de socorro.

Além do quê, estamos sempre abertos a esse colóquio fraterno. E a dor está sempre presente na alma daquele que parte sem a consciência da abrangência do ser que conhecemos hoje.

Encanta-nos servir. Encanta-nos compreender como seres impossíveis de se acabar.

Quem canta a vida, permanece coeso com ela integrado à percepção da sua ligeireza na terra. O canto vibra em tons melodiosos, porque estamos inteiros na energia divina.

Falar dos nossos desacertos, é importante, mas relembrá-los não. Quase sempre na carne vivemos a ilusão, vivemos o egoísmo, vivemos a vaidade olhando para nós mesmos sem alargar os nossos horizontes internos.

Mas a vida mantém-se intacta e nós bobocas nos alimentamos na terra das cantigas embriagadas de ilusão, de vícios, de enganos enfim. Felizmente há sempre uma oportunidade para aqueles que desejam reverter ao invés de desejarem sucumbir. O ouro cai em nossa consciência e vamos trilhando outras estradas e cercanias de luz.

Somos hoje um potente resultado, porque já nos desvencilhamos da caretice da alma que a cada falha se engrandece conscientizada.

Preparamo-nos para ver a realidade e sonhamos também com o futuro. Fazemos os nossos planos, os quais desejamos que sejam aprovados pelo divino. A nossa centelha deseja a sua reintegração com a ascensão. Trabalhamos incessantemente para isso.

Porém, não trocamos benfeitorias por pontos positivos. Fazemos o bem porque o nosso coração pede que façamos o melhor e assim formamos a nossa grade de trabalho para o nosso crescimento sem contarmos ou a agendarmos esses feitos. Não é dessa forma. Quem se doa de coração, esquece. Lembram da importante frase: Que a mão e esquerda não veja o que a outra faz ou doa?

Então amigos, a nossa postura por aqui é de muita consciência e trabalho. Engana-se quem acha que ganhou o céu na terra. É muita vasta a sequência da evolução. Se a pessoa faz grandes conhecimentos com a leitura dignificante e não age como essa diz, falta muito para que sua alma se posicione como evoluída.

Cultura e sabedoria são pólos parecidos, contudo muito distintos.

Trabalhar com o coração nos faz entender a nossa missão de filho do Altíssimo.

Instrução da alma, benevolência da alma, visão da alma.

Alma é coração trabalhado, é alma livre e abençoada pela divina e santa divindade da vida.

Portanto, estamos em tempos de profunda aprendizagem por aqui e cremos que na terra nesse momento é preciso também as pessoas se integrar a energia do amor compreendendo que é preciso sair do pedestal do orgulho e da vaidade.

Mas até podem dizer: Então o mundo dos espíritos é um mundo de aprendizado continuo? Sim, como na terra. Quando retornarmos a outro corpo, beberemos da nova energia do plano terreno e subiremos outros degraus, dependendo de nós.

Vida meus queridos, é vida tanto aqui quanto aí. Somos todos almas e espíritos em dimensão de aprendizado diferente.

Somos centelhas de luz pensantes no corpo ou fora dele. Aliás, além do corpo físico há outros de luz sutil que emanam força para o nosso conhecimento.

Não podemos ser retardatários da vida e nem pilares de evolução completa. Aqui nós aprendemos que a evolução é contínua.

Na terra se sabe muito pouco a respeito da vida verdadeira. Então que alcemos as mãos para o nosso campo interno e façamos as nossas transformações. Sabemos que é difícil, mas todos temos a possibilidade de fazê-las. Não podemos parar, porque o tempo não para.

Até ontem nos posicionamos como malucos, como rebeldes, como viciados nas incertezas da vida! Mas hoje fora da matéria a vida nos ensinou que estamos vivos e sujeitos às mudanças que podemos fazer em nossas almas ou em nossos espíritos.

O passado importa como referência, mas o futuro é nesse momento.

Exultai a vossa força interna, pois é com ela que todos podemos nos libertar desse homem medroso, indefeso, renitente ao mal para nos transformarmos com dignidade em, força, em luz, em amor de verdade, pois nascemos e renascemos para a glória imortal nos colocando como um ser em eterno aprendizado, fechando os nossos olhos ao mal e a imprudência para não cometermos o que pode nos complicar mais tarde atraindo a dor e o sofrimento para nós mesmos.

A consciência e o aprendizado de nossas faltas vai nos conceder a libertação e nos proporcionar o salto quântico onde estivermos. Como essência pura e cristalina, estaremos cantando Glória a Deus nas alturas, paz em tudo e em todos, e o nosso ser livre, cheio de amor para entregar com a consciência que Deus deseja a todos seus filhos.

Com a certeza de ser eterno e que uma vida somente não bastaria, abraço-os em redenção e carinho: Raul Seixas.

Canal: Francyska Almeida-020608-Fort-Ce.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!