EM PLUMAS E PAETÊS ESPIRITUAIS - Luiz Sergio

EM PLUMAS E PAETÊS ESPIRITUAIS - Luiz Sergio

 

Inegavelmente estamos vivendo dias inusitados, dias interplanetários,  dias iluminados que requer de nós espíritos já treinados nas hostes do Cristo mais sintonia com os seus afazeres.

Em luminosas réstias de luz, reforçamos as nossas convicções a agradecer todas as bênçãos, todas as oportunidades de aprendizado.

Somos todos aprendizes da vida, aprendizes do

Evangelho do amor do Cristo.

Não estamos cegos ao momento. Realmente muito ocupados com as suas lides renovadoras.

Em sã consciência nos desprendemos em vôos incríveis para assistenciar  aqueles que mais sofrem.

Ficamos aturdidos com a indiferença humana.

São tantos projetos que existem e ainda vemos muitos amigos alheios ao trabalho social e humanitário.

A dor se alastra em superiores proporções.

Haveremos  de fazer a nossa parte.

Deus nos envia os sinais para que abramos as comportas internas para a realização dos seus  projetos de amor e luz.

Há crianças encharcadas de drogas. Há adultos a manifestar-se usando essas crianças para o

tráfico e o crime.

Continuamos a despresenciar essa tamanha violência.

Mesmo debaixo do nosso teto, as crianças se drogam e se refestelam  com os supostos inocentes cigarros de maconha.

Achamos que as autoridades referenciadas da saúde,  

estão em descaso.

A droga está em alta, atormentado a mente dos seus usuários, desestruturando as famílias, fazendo muitas dores e inúmeros óbitos.

Uma verdadeira calamidade!

Não há uma política nacional especializada no nosso país. A que existe ainda é  muito acanhada.

Por outro lado,  os grupos de ação social se omitem por medo, até mesmo os nossos amigos espíritas que tem em si a certeza da origem dos vícios, não somente dos

químicos mas dos morais.

Os amigos trabalhadores que cantam a mensagem de Jesus, os que tocam a mensagem de Jesus, os que falam e professam a mensagem de Jesus,  por que não oferecem a contribuição a estes ainda que pequena?

Amados, tem idéia vocês quantos jovens chegam diariamente por aqui desavisados em relação vida e encharcados de vários tipos de drogas?

Precisamos  fazer alguma coisa nesse sentido. Ou melhor, vamos pensar como contribuir para a melhora dessas pessoas enfermas de si através dos vícios químicos?

Será que vocês não ouvem a voz de Jesus a convidar-lhes para dar o seu contributo?

Iremos debelar essa grandiosa chaga?

Provavelmente não, mas estaríamos tentando alertá-los para o seu despertar, para o valor da vida!

Entre plumas e paetês eles estão, fantasiados não do mal, mas da falta de amor, da falta de informação, da carência afetiva, da busca interna por caminhos diferentes!

Reflitamos caríssimos amigos espíritas, evangélicos, budistas e de tantas outras filosofias e religiões!

Vamos lá deixar a nossa alegria, falarmos da importância da vida, do trabalho, da renovação!

Por Deus e em Deus, estaremos com vocês juntamente com a nossa equipe e com outros que já tiveram as mesmas dificuldades e hoje são libertos.

Falemos do Cristo vivo a esses amiguinhos tão sofridos!

Nada de julgamentos. Vamos deixar a eles o nosso

abraço de fé e de compaixão.

Não experimentamos tal dificuldade,  por isso não avaliamos o quanto dói essa chaga cruel nos seus  portadores.

Em oração, em musicalidade, em simplicidade vamos lá sem nenhuma pieguice deixar o nosso carinho sem os afrontamentos religiosos. Vamos estar com eles pelo amor que é universal?

De minha parte em nome da equipe a  que sou vinculado, agradeço de coração a sua sensibilidade.

Aqueles que possuem mais amadurecimento e equilíbrio aproveitem para em visita levar um pouco de  conforto a alguns desses tão sofridos país!

Esse é um convite do Cristo.

Com certeza ele dará louvores ao Pai por esse fortuito de amor e paz que vocês possam levar-lhes de todo coração com todo desprendimento.

De repente uma música, uma canção inspiradora pode despertá-los dessa perigosa letargia.

Amando e respeitando em deferência  aos limites e processos de cada um,  deixemos a nossa cota de amor e alegria aos que se encontram em um arriscado degrau para a lamentável etapa seguinte: O suicídio voluntário ou involuntário. Espero a sua reflexão.

Em visita podem ter a certeza de que estaremos

junto a vocês.

Que o Cristo de Deus nos fortaleça para esse trabalho discreto, amoroso e renovador.

Deixamos a nossa vibração de amor e luz a todos aqueles que enfrentam os seus caluniadores internos através dos vícios químicos juntamente com  os morais.

Em relevância ao momento de cada um deles, estaremos juntos para doar o melhor que temos durante uma visita, uma exposição, uma canção ou  um abraço  fraterno.

Em Cristo, em Maria de Nazaré, eu vos espero em gratidão a esses futuros momentos!

Grande paz do meu coração eu dedico a esses amigos que vivem fora da realidade da evolução do seu princípio de amor  imortal.

                                                  Luiz Sérgio

Canal: Francyska Almeida-111010-Fort-Ce-Brasil

 

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!