CRIANÇAS, NOSSOS FILHOS E FILHAS!

As almas infantis são livres e sem nenhuma presunção. Fazem e agem com transparência e significação. Trazem dentro de si o desejo de serem crianças no estágio determinado para tal. Entretanto, pais desavisados e mães aventureiras os desviam de sua atenção incutindo uma série de manias em seu coraçãozinho infantil. A criança quando adentra o nosso lar vem em compromisso, tanto quanto nós temos para recebê-la diante da força divina.Nenhuma criança vem para os nossos braços sem o acordo da harmonia. Engana-se quem pensa que algumas são frutos de um erro, de um desacerto.Todas as encarnações são previamente programadas. O que também não podemos deixar de contar com o histórico anterior de quem as recebe.

As crianças são peças delicadas como um cristal que irradia. Somos os responsáveis por sua evolução. Se essa alma ao nosso lado não cresce, vamos responder diante do tribunal da nossa consciência e assim refletindo: Que fiz do filho (ou filhos)a quem

Deus me confiou?

Cada parte deve assumir os seus objetivos. Mas como pais não vamos nos martirizar porque a alma a que nós foi confiada deslizou e percorreu caminhos escusos ao bem.O compromisso tem mão dupla. A criança após adolescer se bem orientada já deve começar a seguir os seus próprios princípios fazendo com segurança as suas boas escolhas.A orientação deve prosseguir.Porém nenhuma mãe poderá respirar pelos seus filhos, pois a porta do seu livre arbítrio já deve ter sido

aberta ao melhor.

Mas infelizmente há pais desavisados e sem o menor jeito para lidar com a paternidade com responsabilidade, e isso no futuro será amadurecido pelas sucessivas vidas.

Mas um filho será sempre uma oportunidade de crescimento se houver abnegação, carinho dedicação e amor por parte de quem os recebe.

Inquestionavelmente cada criatura porta as suas dificuldades a serem trabalhadas na atual existência, tanto como pais, como amigos, como profissionais ou como seguidores da luz! Nada os impede de reconhecer as suas fragilidades e trabalhá-las a nível interno.

Não gostaríamos de abordar esse ponto, mas muitos filhos não são melhores devido    os vícios de variadas cores que os pais carregam. Abrem as portas da liberdade e os soltam entregando-os sabe-se lá a quem. E questionamos: Será que esses amigos que os  pais nem se dignaram a conhecê-los são viáveis como companhia para os seus filhos?

Os pais devem conduzir seus filhos de acordo com o padrão de vida que tem. Quanto mais alto for, mais simplicidade deve incutir em suas mentes. Nesse momento é muito importante que os pais tenham formação religiosa / espiritual, para bradar aos filhos que nada de material conseguiremos levar dessa vida, a não ser sua postura ética, educacional e espiritual feita da maneira mais singela e padronizada dentro de um comportamento correto onde inclui o respeito e muito amor. Mas os filhos gostam do novo e esse novo pode não construir. Está na moda determinado adereço, tem que se aderir. Muitas vezes até foge a personalidade daquele jovem e mais tarde ao se depararem com firmeza com os bons hábitos, deixa de lado o que antes considerava de grande valor para si.

Os pais gostam de ler? Então ensinem também seus filhos a ler, pois as leituras construtivas enriquecem uma vida. Na leitura a criatura sonha, aprende, idealiza, ajuda nas conversações e na linguagem que com o exercício e o tempo pode se refinar. E quem não gosta de um bom diálogo, uma boa e equilibrada conversa? Fascina sempre a quem escuta. Há muito o que se ensinar para direcionar a mente de cada criança, de cada jovem... Essa é uma tarefa dos pais, desviar os filhos de atitudes que não lhes renderão progresso. A vida na terra é passageira. Não devemos esperar para mudar quando chegarmos ao mundo a que chamamos de céu, lá quase sempre no início 

é muito complicado.

Portanto pais, se  inspirem na conduta maior que conhecemos: A de Jesus quando em passagem pela terra, desdobrava-se em amor a todos sem exceção. O amor diviniza os corações. Onde ele está presente a treva não aparece. O amor restabelece qualquer desavença. Quem tem amor pode doar amor, porque entende que essa poderosa força está além de qualquer especulações. Portanto, amados pais que se encontram na terra, jamais esqueçam que as crianças em suas vidas são instrumentos perfeitos de evolução espiritual.

Elevem-se antes e os faça também ficar no pedestal do comportamento polido através das relações de amizade, carinho e muito respeito aos seus limites.  A terra é uma escola, tanto para vocês quanto para eles, mas a evolução deles depende da de vocês. Amem-nos e se amem como casal para serem amados por eles, pois é dessa maneira que Deus espera que essa mão dupla de compreensão e de bom relacionamento aconteça enquanto juntos no planeta das provas existenciais, enquanto o novo tempo cheio de paz não chega. Assumam seus postos de pais e educadores, e não fiquem a cobrar das escolas a educação que vocês foram chamados a repassar através do cordão umbilical das madonas muito amadas por Deus, o Criador invisível das mães e intermediárias da vida eterna.

Fénelon

Canal: Francyska Almeida – 020407-Fort-Ce-Brasil.

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!