A porta do medo - Fénelon

A porta do medo  -    Fénelon

 

 

Consideramos que ainda não somos felizes por conta dos nossos próprios entraves. Impomos uma série de restrições e não damos sequência ao que necessitamos por em prática na nossa jornada diária.

 

O medo adormece os pés das criaturas e faz com que elas se percam  em um mar de fragilidade e impotência que termina por paralisá-los.

 

O medo é um monstro que nos assusta: Tem um aspecto horripilante até o dia em que através de uma consciência maior, nos dispomos a encará-lo para medir forças frente a sua imperialidade.

 

Mas temos recursos que poderemos ponderá-lo nessa vastidão que ele deseja nos arrastar.

 

Compreender o porquê do medo e conscientizar-se de que precisa tratar-se para que ele não chegue a estágios patológicos mais profundos.

 

A pessoa medrosa quase sempre é ansiosa. Precisa realçar a sua harmonia através das terapias de relaxamento, respiração, meditação, yoga, que muito a ajudará para a sua tranquilidade.

 

Observemos também a que grau esse medo pertence. Muita das vezes ele é completamente infundado.

 

Medo de não ser aceito, medo do sucesso, da fama, medo de encarar o novo, medo de insetos inofensivos, bichos, etc.

 

Para trabalhar a questão dos medos pode ser preciso um acompanhamento mais sério. Esses medos sabemos serem causados por grandes traumas de vidas anteriores.

 

Mais em qualquer tratamento, o paciente precisa querer a sua  recuperação.

 

Esse enfrentamento também pode ser feito através da (TVP) Terapia de  vidas passadas, através da volta às vidas anteriores que provocaram essas marcas que se transformaram hoje em pânico no somático.

 

O paciente deve buscar qualquer ajuda nesse processo para sua libertação.

 

O medo inconsciente não pode nos levar ao desespero. Devemos sempre perguntar  o seu por quê?

 

Tratamentos individuais ou coletivos através de vivências, também pode ser detectado parte do problema.

 

Para nos libertarmos é preciso querer. Podemos até recorrer a qualquer terapia natural ou psicanalítica, mas a nossa parte nessas sessões jamais pode ser relegada ao descaso.

 

Entendemos que a vontade será a melhor parte para que nos ajude a alcançar a nossa renovação.

 

A vida terá um novo impulso com o recomeço para a colocação dos seus projetos na mira da realização. Ou então  ousar de maneira espetacular na tentativa de acertar.

 

Quase sempre não nos damos conta dos nossos medos, mas com atenção podemos descobrir muito mais: quem somos literalmente por dentro mantendo a firme postura de ousar em função do melhor.

 

Passo-lhe agora um exercício que poderá muito lhe ajudar:

 

Primeiro tome um bom banho, forre o chão e deite-se. Se preferir forre a cabeça com um travesseiro confortável.

 

Coloque uma música bem relaxante. Quietamente tente entrar em você mesmo e para isso você vai começar a pensar em uma luz azul brilhante cristalina ou irradiante. Mentalmente pegue essa tocha de luz e focalize no centro da testa e deixe essa luz incidir entrando dentro da sua cabeça.

 

Deixe o tempo que desejar. Quando sentir que já pode tirar, mentalize novamente a mesma luz e incida sobre a nuca fazendo banhar todo cérebro dos dois lados. A luz se vai se subdividir entrando, irradiando e saindo na testa formando uma bolha amarela, branca e vermelha.Então coloque essa bolha no centro a cabeça e mentalmente vá pegando e girando essa bolha. Levante-a sobre toda cabeça permitindo que essa energia brilhante irradie todo seu cérebro. Nesse ponto peça ao anjo da alegria que conduza seus medos até as profundezas das águas do mar. Peças três  vezes e se solte    respirando fundo em um ato de entrega e libertação.

 

Faça esse exercício na solidão com muito respeito durante uma semana por dez ou até quinze  minutos. Observe o que muda, e vá se fazendo perguntas até desaparecer os sintomas frágeis que lhe perseguem.  

 

Se preferir faça quinze dias ou alterne em mais uma semana dia sim dia não. Sua intuição vai lhe sugerir algumas respostas.

 

Medo é tratável, basta nos predispormos a fazermos uma  assepsia através de terapias seguras e com profissionais seguros, conscientes de que o nosso histórico de vida se encontra guardado dentro de nós e    que podemos acessá-lo para reverter o que há para ser recuperado e higienizado.

 

Entre no seu confessionário interno e aja com muito amor para consigo, pois a cura dos  nossos males se encontra em nós como um capítulo não encerrado, mas disposto a ser sentido de maneira reta e confiável por nós mesmos.

 

A colheita dessas revelações internas nos pertence. E mais tarde a façamos publicamente nos braços  da aceitação em conivência com a verdade. Nesse ponto, poderemos tirar muita gente da ignorância e do medo do medo.

 

Acreditemos que somos renováveis a cada minuto, basta que tomemos ciência das nossas limitações para entrarmos enfim na dimensão da libertação e entendimento, com a visão bastante clara de que tudo podemos reverter, sempre  para melhor.

 

                                                       Fénelon

 

                            Canal: Francyska Almeida-050407-Fort-Ce.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!