Entidades lançam Londrina como Capital Tecnológica da Soja

02/06/2010 07:44

Embrapa Soja Destaques do Governo

 

                                Portal do Governo Federal Portal de Serviços do

                                Governo Portal da Agência de Notícias Reforma da

                                Previdência Programa Fome Zero   

 

                                               

A partir de hoje, Londrina, no norte do Paraná, passa aser chamada de Capital Tecnológica da Soja. Esta nova identidade da cidade foi anunciada, ontem, dia 29,

durante a VII Conferência Mundial de Pesquisa de Soja, aIV Conferência Internacional sobre Processamento e Utilização da Soja e o III Congresso Brasileiro de Soja,eventos realizados em Foz do Iguaçu, (PR).A idéia de posicionar Londrina como Capital Tecnológica da Soja surgiu de um grupo de entidades londrinenses edo Paraná como: Paraná Turismo, Associação Comercial e

Industrial de Londrina (ACIL), Secretaria Municipal de Agricultura de Londrina, Londrina Convention Bureau,Companhia de Desenvolvimento de Londrina (Codel),

Instituto Agronômico do Paraná, Universidade Estadual d e Londrina, Emater/Seab-PR e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), entre outros . "Como o

Mundial de Soja reúne 1.500 profissionais de 45 países vinculados ao agro negócio da soja, decidimos lançar a campanha aqui, em Foz do Iguaçu", explica o empresário e chefe da Paraná Turismo, Bruno Veronesi, que coordena a campanha.O presidente dos três eventos, Flávio Moscardi, disse na solenidade de abertura, ontem, que a iniciativa é crescente de manda por todos os produtos derivados de soja, sinaliza para a necessidade de aumentos gradativos da produção e da qualidade do produto. Neste contexto, não há saída, senão investir em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para que se possa enfrentar,com rapidez, os desafios que podem limitar a produção de soja",enfatizou Moscardi.Bruno Veronesi ainda acrescenta que Londrina é referência em pesquisa de soja tropical. Somente na Embrapa Soja estão reunidos 70 pesquisadores dedicado s exclusivamente à pesquisa da soja. "Isto caracteriza acidade como um dos maiores centros de pesquisa de soja do mundo, talvez seja a instituição de pesquisa que congrega o maior número de pesquisadores trabalhando com soja em um único local", enfatiza.O objetivo da coordenação da campanha que posiciona Londrina como Capital Tecnológica da Soja é captar R$ 500 mil, em dois anos, para produção de anúncios publicitários, criação de selos especiais para estabelecimentos que vendem produtos de soja, cursos den culinária de soja, treinamento de chefs de cozinha, estímulo ao uso da soja na comunidade, fomento aos eventos da soja e concursos de receita para criar um prato típico de soja para Londrina. O projeto é extenso e contando com oito ações paralelas que serão desenvolvidas, mas algumas iniciativas já estão sendo colocadas em prática. "A Embrapa treinou cozinheiros e doceiros de 10 hotéis de Londrina que já introduziram a soja no café da manhã e nos coffeebreaks. O resultado tem sido excelente entre os hóspedes que aprovaram as receitas. Acreditamos que este é apenas o início de uma campanha que tem tudo para fazer bem aos londrinenses e todos que passarem por Londrina", afirma Veronesi.

Segundo ele, a Embrapa, o Instituto Agronômico do Paraná e a Universidade Estadual de Londrina, além de serem promotores de eventos, atraem para Londrina  técnicos,

Estudiosos, produtores, que estimulam o turismo científico, o turismo de eventos e o turismo de negócios. "Estes turistas, além de adquirirem tecnologia desenvolvida em Londrina deixam divisas nos hotéis, restaurantes, bares, táxis, lojas e outros estabelecimentos da cidade", diz.

                                       Assessoria de Imprensa

                                     Jornalista Lebna Landgraf

                           Contatos: (45) 529-0123 - jan/2005
 

Voltar

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!